segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Goodbye my lover


Ainda seguro a tua mão na minha…
Pode ter tudo acabado, mas não ficará por aqui.
Tocas-te me no fundo,
E foste o único durante muito tempo.

Rimos, chorámos e partilhámos os nossos segredos,
Os nossos receios,os nossos sonhos.
Brincámos como se não houvesse tempo,
Nem espaço.

Tu estavas sempre lá,
Mesmo quando não falavas,
Sentia a tua necessidade,
A minha.

Eras tudo que precisava,
Mesmo que eu não o soubesse.

Foste a minha alegria e a minha tristeza,
Foste a alma em mim.

As palavras trocadas nada mais eram
Que o consolo buscado durante anos,
A compreensao de um mundo vazio,
Inabitado,
Onde so tu entras-te.

Nem sempre o demonstrei,
Mas eras tudo o que eu queria.

As lagrimas que agora choro,
São por saudades,
De saber que a minha alma
Esta longe agora.

Fábio André de Pinho

2010

Sem comentários:

Enviar um comentário