domingo, 18 de abril de 2010

Segue-me


Vives na indiferença da vida, á margem do mundo, agarrado a uma utopia;
Na tua efémera existência, escondes segredos,partilhas emoções, testas limites;
Se te entregas, deixa-te simplesmente ir...segue-me.
Segue-me por ali... Segue-me por aqui...
Por caminhos ou atalhos, mas segue-me.
Porque o mundo é para se viver dentro dele,Porque a vida é para se aproveitar;
Porque a maior utopia é acreditar-mos que somos indiferentes ao que nos rodeia;
Segue-me, acompanha-me, fica comigo.
Simplesmente...
Deixa fluir;
Deixa acontecer;
Deixa!
Mas segue-me por segundos, por minutos, por horas, dias, semanas, meses, anos!
Mas segue-me!
Porque não te posso prometer felicidade;
Porque não posso prometer facilidades;
Porque não te posso prometer estar sempre lá quando precisares ou quando simplesmente quiseres...
Eu sou o teu presente;
Deixa-me criar o teu, o nosso futuro ;
Porque te quero!!!
Aceita este meu pedido;
Abraça-me; aperta-me contra ti .
Faz-me sentir tua...
Pode ser?


2010 - Alteração por João Castro Moreira

1 comentário: