segunda-feira, 30 de junho de 2014

Conto de Falhas

Há quem diga que a vida nos prega partidas,
Que nos testa os limites,
Que nos faz pensar sobre
O quanto merecemos tê-la.

Ás vezes é cruel,
Mostra-nos o que não podemos ter.
Outras vezes é generosa,
Dá-nos o que nunca pensámos conseguir.

Outras vezes ainda,
É simplesmente louca,
Porque nos faz desistir dela,
E dedicarmo-nos a uma que não é nossa.

Mostra-nos então amores para sempre,
Amores ocasionais,
Amores de prazo limitado.

E, por vezes, não nos mostra,
Faz-nos amar por nós próprios,
E, com alguma sorte,
Ser amados em retorno.

Eu tive sorte.
Amo e sou amada em igual medida.
Não é um conto de fadas,
Não é um romance,
Mas será para sempre.

Mas preciso que entendas:

Tu és quem és,
Eu sou quem sou.
Juntos, somos tudo.

Não preciso de atenção constante:
Preciso de atenção no momento certo.
Não preciso de palavras bonitas:
Preciso que mas faças sentir.

Não preciso de rodeios:
Preciso que me segures a mão
E me digas que estás ali.
Não preciso que estejas sempre comigo:
Preciso que nunca te esqueças de mim.

Não preciso que cedas em tudo:
Mas que cedas quando eu precisar.
Não precisas de fazer tudo o que eu preciso que faças:
Preciso que faças o que deve ser feito.

Não preciso que me enchas de presentes:
Preciso que me dês um sorriso.
Não preciso que me digas que sou bonita para o mundo:
Preciso que me digas que sou bonita para ti.

Não preciso que me digas que consigo:
Preciso que me digas que me vais ajudar a conseguir.
Não preciso que fiques do meu lado:
Preciso que mo faças merecer.

Não preciso de voar contigo:
Preciso de ti para voar.
Não preciso de ti para viver:
Preciso de viver contigo.

Tal como não preciso que me digas,
Que não preciso de ti:
Porque posso não precisar,
Mas quero-te,
Adoro-te,
Amo-te,
E (não?) preciso de ti.

No fim disto tudo,
Não preciso que me digas que me amas também:
Preciso que sorrias e digas
"És uma tótó".

E tudo isto,
Sabes porquê?

Porque eu não quero a perfeição,
Quero que as tuas imperfeições
Sejam a perfeição das minhas.

Que o teu sorriso seja a razão do meu,
E que as minhas lágrimas evitem as tuas.
Mas principalmente,
Quero que saibas
Que nunca vou desistir de ti,
Ou de nós.

Porque eu posso aguentar estar sem ti,
Mas a minha vida não aguenta estar sem a tua.

Por isso, sorri,
Segura-me a mão,
Diz-me que sou bonita,
Diz-me que vamos conseguir,
Não chores,
Aguenta a cabeça,
E lembra-te:

Não precisas de ser o melhor amigo que existe,
Mas és o melhor amigo que eu escolhi.

Não te vou agradecer,
Não te vou fazer promessas,
Não te vou dizer coisas bonitas.

Mas vou-te amar,
E ser amada.

E assim, meu querido...
...Seremos felizes para sempre!

2014

Sem comentários:

Enviar um comentário