quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Conta-me histórias...


Nenhuma historia acaba,
Tudo efemero,
Tudo versatil,
Tudo ilimitado.

A morte nada mais impede que o crescimento da pessoa,
Mas o mundo, esse,c ontinua,
Com novas pessoas,
Novas vidas,
Novos interesses,
Mas a mesma historia.

E eu nunca me hei-de esquecer da nossa,
De uma noite fria e severa,
De um beijo quente e seguro,
De um poder que nenhum de nós sabia controlar,
Ou tão pouco desejava poder fazê-lo.

Nunca nos devemos arrepender de nada,
Porque são as nossas acções,
Boas ou más,
Que nos definem.
E eu sou definida pelos meus pecados?
Talvez. E sem duvida, tu es um deles.

Há momentos que pensamos
Que será assim para sempre,
E foi assim que durámos,
E acabámos exactamente porque nada é perfeito.
Um dia, talvez nos encontremos de novo…

Todos nos somos feitos na sombra,
Escondidos do calor,
Inexperientes nas emoções,
E ignorantes nos sentimentos.
Mas eu nunca irei esquecer…

E irei seguir a minha vida,
Sem arrependimentos,
Sem fim,

E sem nunca esquecer,
A história que nunca acaba,
E que para sempre viverá,
Naquela noite…

Mais perto do fim,
Sem promessa de inicio,
Encontramo-nos no meio…

… onde nunca nos perdemos.

FDFC <3
2010

Sem comentários:

Enviar um comentário